IMA - Ensinando a crescer

Notícias

15/09/2016

Curiosidade de alunos inspira projeto e transforma a matemática em reflexão social

Ver mais fotos
Eles conquistaram uma vaga para a XXXII Feira Catarinense de Matemática, mas engana-se quem pensa que todo o processo de pesquisa, estudo e preparação foi fácil. Conheça agora a história da turma do Projeto 5, que com uma pergunta ingênua e simples, transformou a matemática em reflexão, consciência ambiental e economia.

Com o objetivo de descobrir quantos litros de água cabem na piscina desativada da escola e quantos reais seriam gastos para enchê-la novamente, desde novembro de 2015 a turma do Projeto 5, alunos do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental 1 do Instituto Maria Auxiliadora (IMA) que ficam período integral na escola, estão desenvolvendo o projeto “De gota em gota nosso dinheiro vai pelo ralo”.

De acordo com a professora regente da turma, Leonir Serafim, este projeto teve início devido a curiosidade da turma em ver se a piscina da escola estava realmente vazia, pois queriam tomar banho nela. Após visitação no espaço onde estava localizada a piscina, os alunos perceberam que a mesma estava vazia e que não daria de tomar banho nela, então perguntaram se seria possível enchê-la para usá-la, neste momento, a professora explicou que não, pois seriam necessários muitos litros de água para enchê-la e a conta da água ficaria muito alta.

A turma interessada no assunto, perguntou quantos litros de água caberiam na piscina e qual seria o valor da conta de água, a professora disse que não saberia responder no momento, mas que junto com os alunos poderia descobrir fazendo um projeto de pesquisa para o Clube da Matemática do Projeto 5.

Dessa forma, nasceu o projeto “De gota em gota nosso dinheiro vai pelo ralo”, de uma curiosidade simples, mas que levou a turma a realizar vários momentos de aprendizagem e pesquisa. Para dar início ao estudo, os alunos mediram a piscina, realizaram várias tentativas para a conversão das medidas da mesma em centímetros, visitaram a CASAN para entender o processo de cobrança do talão de água e também do tratamento da mesma.

Após esses momentos, a turma aprofundou o estudo sobre o metro cúbico através de materiais concretos como decímetro cúbico de vidro, madeira e metro cúbico em tamanho real. Com os talões de água dos alunos que possuem hidrômetro individual em suas residências, foi realizada a análise em metro cúbico consumidos pelas famílias, com a proposta de ajudar a reduzir o consumo de água.

No início do segundo trimestre deste ano, os alunos trouxeram novamente os talões de água para analisar e comparar com os anteriores. Para uma melhor organização, a turma elaborou uma tabela dividindo o consumo em metro cúbico de água e o número de pessoas de cada família, onde foi representado em um gráfico de Excel, que os educandos aprenderam a fazer junto com a professora no laboratório de informática da escola.

Após todo este longo processo de pesquisa, a turma descobriu todas as respostas para as perguntas iniciais. Primeiramente calcularam a quantidade de metro cúbico de água que cabem na piscina multiplicando a altura vezes comprimento vezes largura. Com a tabela tarifária e calculadora, realizaram o cálculo de como ficaria a conta de água da escola se a piscina fosse enchida, descobrindo que cabem 1.875m³ ou seja, 1.875,000 litros de água ou decímetro cúbico que resultaria no valor de R$20.562,58.

“Podemos concluir que mesmo sabendo que não é possível encher a piscina da escola para tomarmos o tão sonhado banho, estamos felizes em perceber o quanto este trabalho nos ajudou a refletir sobre nossas atitudes diárias quanto ao desperdício de água, se soubermos economizar água no dia a dia, nosso dinheiro não será desperdiçado e ainda estaremos contribuindo com a preservação do meio ambiente”, Clube da Matemática do Projeto 5.
Outras Notícias

(47) 3521-0536

ima@ima-rs.com.br

Acessar Webmail - Rede Salesiana de Escolas

Copyright © 2017 - Área Local